Follow this link to skip to the main content

International Edition Winners 2010: Brazil (Primary School II)

International Edition Winners 2010: Brazil (Primary School II)



Photo not yet available
Photo not yet available
Titan and Tethys
Titan and Tethys
Kevin Accioly Kamada

Primary School 2
Colégio Sagrado Coração de Jesus
Campinas – São Paulo

Teacher Advisor: Ana Lúcia Nicoletti da Rocha


Saudações Colegas Astrônomos!

"Estou entrando em contato com os senhores, pois fiquei realmente entusiasmado com as explorações feitas com a Cassini-Huygens nas aproximações a Titã na órbita saturniana. Recebi informações da existência de material líquido no polo sul do satélite, algo como metano e etano se não me engano. Realizei algumas pesquisas por conta própria depois dessa descoberta e constatei a possibilidade da existência de pontos fortes para mineração, uma vez que aqui na Terra quando da presença desses gases, eles estão normalmente nos pontos de exploração petrolífera.

Um dos pontos negativos em Titã é sua temperatura de aproximadamente 180 graus negativos, mas aproveitando-se da teoria de que há mares daqueles dois gases naquela região específica, penso que a construção de usinas que gastassem esses materiais e que por fim jogassem na atmosfera, seria uma positiva alternativa para realmente tornar mais quente a temperatura, assim possibilitando consequentes passos maiores, até podendo levar a criação de vida, micro-organismos. Bom, nesse trabalho somos líderes universalmente, a exemplo disso, à grandiosa experiência que temos com a destruição que já está sendo feita com nosso planeta.

Com as temperaturas relativamente mais altas, caso haja a existência de algum material hídrico mesmo, bastava o calor para umedecer todo o planeta, criando naquela lua, o saudoso ciclo Terrestre da água. É bom relembrar que essas etapas já acontecem, mas com os materiais que existem lá. Relembrando: o calor de possíveis usinas esquentaria o planeta, e o metano engrossaria a camada atmosférica já existente, barrando a fuga do calor. Com a tecnologia Terrestre, poderíamos implantar recursos como a água, ou reagentes químicos que fizessem a chuva, como foi utilizado na China há certo tempo atrás.

Realmente, essa ideia seria mais um delírio para a população da Terra em querer destruir mais um ponto nesse Universo, porém acho que seria um mal “necessário”, afinal o que estamos vendo é uma esfera se deteriorando pouco a pouco, uma próxima saída poderia ser Titã. Bem, esse projeto é parecido com o que vocês astrônomos e especialistas estão trabalhando com o planeta Marte, porém acho que com essa lua, seria extremamente mais fácil. Um bom gasto que seria recompensado.

Seria um extremo gasto e trabalho, mas teríamos também mais possibilidades de estabelecer novas bases no Universo, para explorar o que ainda é desconhecido aos olhos de nós, “terráqueos”. Nossos equipamentos não têm tanto alcance, mas talvez de outro ponto tenha. Sabemos dos mistérios dos buracos negros, por exemplo, que tal explorar e fazer grandes descobertas?

A curiosidade do ser humano não tem tamanho, nem palavras para ser definida. Já que temos o dinheiro, os instrumentos, equipamentos, enfim, a capacidade para fazer uma estrondosa descoberta, vamos lá! De que adianta as pequenas ações se temos chance de fazer mais? Quem sabe no futuro possamos manter uma relação “intergaláctica”, realizando trocas de matérias de igual para igual. Seria um ótimo treinamento para, ao menos, erradicar o egoísmo da Terra!

Bom, continuarei meus estudos. Até logo mais!

Saudações dos colegas no Brasil!"