Follow this link to skip to the main content

International Edition Winners 2010: Brazil (Primary School I)

International Edition Winners 2010: Brazil (Primary School I)



Photo not yet available
Photo not yet available
Photo not yet available
Photo not yet available
Rhea
Rhea
Monique Almeida Oliveira
Rafaela Monteiro Wagner
Luan Santana Pessanha
Eduarda Pires Ribeiro


Primary School 1
Escola Municipal Professora Olga Linhares Corrêa
Guarus – Campos dos Goytacazes – Rio de Janeiro

Teacher Advisor: Mariza Carneiro Rangel


Alvo 1, Uma visão muito próxima (close-up) da Lua Reia (Rhea)

"Nós escolhemos esse alvo porque um imenso encantamento nos invadiu no nosso contato com o espaço Sideral. Um deslumbramento só! Tudo nos surpreendeu, porém o que mais chamou nossa atenção foi a Lua Reia, o que está a sua volta e o desejo imenso de ver o que fica no meio de tantas camadas e que produz uma visão esplendorosa.

A necessidade de desvendar os mistérios do desconhecido transporta o homem para lugares antes nem imaginados, aguça a curiosidade e o desejo de pesquisar, penetrar num mundo misterioso e assim abrir uma grande janela para saberes tão distantes da nossa realidade.

Ficamos impressionados com imagens relacionadas ao sistema solar e ao espaço sideral e nos maravilhamos com a ousadia e a coragem que levam certos homens a colocarem seu interesse pelas descobertas científicas acima de qualquer outro desejo humano. (astronautas, por exemplo)

Saber que existem dezenas de luas pequenas, médias, grandes, enormes e nós só desfrutamos (que seja do nosso conhecimento) da luz de uma: que não é a maior, que não tem a luz mais forte, mas que enfeita nossas noites e determina tantas coisas na nossa vida.

Das maiores luas que temos conhecimento a Reia chamou mais a nossa atenção e seria muito bom conhecê-la melhor. Dela sabemos:

- É a segunda maior do planeta Saturno;

- Tem um imenso diâmetro;

- Sua luz levaria muito tempo para chegar a Terra;

- Ela é envolvida por muitas camadas, no entanto muitas outras coisas gostaríamos de saber a seu respeito. Por exemplo: qual é a sua forma? Quais são seus componentes? Como é sua superfície? É possível caminhar sobre ela? Como se dá sua influência sobre Saturno? Qual a sua importância em relação ao sistema lunar? Que tipo de inter-relação existe entre ela e as outras tantas luas? Ela sempre existiu ou sua existência data de épocas diferentes das outras luas? Sua força gravitacional é igual a de todas as outras? Enfim, como caracterizá-la num sistema tão complexo e diverso de luas?

Falam da lua dos namorados, da lua que inspira os poetas, da lua que criou mitos, folclores e estórias de lobisomem, Saci-Pererê etc...., da lua que enfeita as noites estreladas, da influência da lua na cabeça das pessoas e das marés e pouco se sabe sobre outras luas a não ser aquela que o homem vê. Hoje as luas são dos cientistas que desfrutam delas, as estudam e desvendam seus mistérios.

Se a luz da lua leva aproximadamente 1 segundo para chegar a Terra as outras luas levam uma eternidade para enviarem sua luz. Deus faria tantas luas à toa?

A ciência é fria, o homem acredita na criação de Deus ou é céptico, o cientista mostra o que vê e trabalha a favor do conhecimento daquilo que o homem comum não tem alcance.

Que surpresas nos reservará a lua Reia? Talvez um dia venhamos a saber."