Follow this link to skip to the main content

International Edition Winners 2011: Brazil, Target 2

International Edition Winners 2011: Brazil, Target 2


Ana Catarina Avila Vitorino
Rhea and Titan
Rhea and Titan
Ana Catarina Ávila Vitorino

9o ano - 8a série - ensino fundamental
Escola Marcia Fancesconi Pereira
Cabo Frio, Brazil

Teacher: Marilete Boy



"O sistema do planeta Saturno é um dos mais intrigantes do Sistema Solar. O estudo desse planeta, suas luas e seus anéis pode nos ajudar a aprender mais não só sobre ele próprio, mas também a responder algumas perguntas que desafiam a humanidade há milênios. A missão Cassini é um dos projetos que nos ajudam a entendê-lo melhor, e assim obter informações valiosas para pesquisas astronômicas e também em outros campos da ciência.

Titã é certamente um dos corpos celestes mais fascinantes desse sistema, e por isso uma das prioridades da missão Cassini. Sua atmosfera é a mais densa dentre todas as luas conhecidas do Sistema Solar, e as sondas Cassini-Huygens e Voyager encontraram nela não só substâncias tóxicas como o monóxido de carbono e o metano, mas também diversos tipos de matéria orgânica, substância indispensável para a formação da vida como a conhecemos. Se esse material for combinado com água e amônia supostamente expelidas por criovulcões, pode originar um composto que possibilita a formação do DNA e de formas de vida primitivas; um processo parecido com o qual a própria Terra passou.

Entretanto, o comportamento, a origem e a composição exata da atmosfera e das nuvens de Titã ainda é um mistério para nós. Uma teoria ainda não comprovada é a de que a reação das moléculas de metano à luz do Sol, nas camadas mais altas da atmosfera, faz com que esse gás venenoso se transforme em matéria orgânica, que se acumula em lagos e oceanos sobre a superfície da lua. A imagem da sonda Cassini nos fará compreender melhor esses aspectos de Titã, e isso pode nos dizer realmente se há ou não há a possibilidade de desenvolvimento de vida nesse ambiente gelado e aparentemente inóspito.

Réia, a segunda maior lua de Saturno, pode guardar segredos importantes sobre a formação de planetas e de luas. A presença de marcas diferentes das crateras comuns ao redor do seu equador pode indicar que em algum momento do passado ela tenha sido orbitada por algum tipo de corpo ou até mesmo um anel que, atraído pela sua gravidade, se chocou com a sua superfície, fragmentando-se. Nunca se soube de uma lua que tenha sido orbitada por nenhum tipo de corpo; se essa teoria for comprovada, serão obtidas informações importantes sobre a formação de sistemas planetários. A imagem de Cassini nos dirá mais sobre esse enigma, o que pode ser essencial para a sua solução.

Pesquisar Saturno e Hipérion certamente também é muito importante para a compreensão do Sistema Solar, mas o alvo que trará mais resultados científicos será a imagem de Reia e Titã."